Recupere os impostos pagos a maior, a lei lhe garante o resgate em apenas 90 dias. Quer saber como? Inicie o seu resgate ainda hoje.

Introdução

 

Imagem1

Se você é um empresário que está buscando:

  • Aumentar a sua receita,
  • Diminuir os seus custos
  • E melhorar os processos na sua empresa,

Então leia a esse artigo.

Para você não dizer que não entendeu direito o título, ou que não fui muito claro, vou escrever de novo, de uma  forma bem explícita o que este artigo está dizendo:

  • Que você tem um capital retido pelo governo;
  • Diz também que o prazo de resgate desse capital será de no máximo de 90 dias;
  • Explica ainda que os custos para o resgate só incidirão quando você receber o seu capital;
  • O que quer dizer, que você não precisa colocar nenhum dinheiro na frente, e nem precisa mexer no caixa da sua empresa.
  • Diz também que o risco desse resgate é zero.

Está bom assim? Ficou claro agora? Está bom demais para ser verdade, não é mesmo?

Mas é verdade.  Essa é uma operação financeira que está a sua disposição para sua empresa fazer hoje mesmo, e que poucos empresários sabem que é possível, desconhecem ou se atentam para ela.

Por quê? Continue lendo e você vai entender toda essa mecânica, e melhor, vai poder  tirar proveito dela como uma vantagem para a sua empresa, e contra seu concorrente.

E no final estamos oferecendo em caráter excepcional um bônus especial  para você usar imediatamente.

Qual é o Problema?

Imagem2

No dia a dia da sua empresa você paga muitos impostos. A legislação tributária brasileira é cruel e apresenta 63 tributos diferentes, mais de 35 alterações por dia, com 56.000 artigos pertinentes, 24.000 incisos e 10.000 alíneas publicadas. Ufa!!!

Pior ainda, essa carga tributária representa em torno de 35 a 48% dos custos de uma empresa, dependendo do seu segmento de negócios. Portanto, se você fizer uma curva ABC dos seus centros de custo, imposto está na alínea A.

Entretanto, esse assunto impostos e tributos, na maioria das empresas, é delegado ao departamento financeiro e/ou ao escritório contábil que toma todas as decisões pertinentes. Os empresários em sua grande maioria estão engajados na busca de novos clientes, novos produtos, analisado a concorrência e buscando a melhor estratégia de negócios para crescer e ser competitivo.

Já o departamento financeiro, encarregado de toda contabilidade trata de montar uma verdadeira força tarefa para fazer frente a todas exigências e prazos do fisco, sem cometer erros e sem perder nenhum prazo.

Agora, você realmente acredita que nesse ambiente extremamente agressivo sua empresa consegue atender todas as exigências do fisco? Sim, você confia na sua equipe, mas tenho certeza que muitas vezes você já perguntou a eles se não há algum engano e se você não está pagando impostos demais.

E cada dia fica mais difícil alguém ter todos os detalhes e acompanhar todas as mudanças que ocorrem diariamente no âmbito tributário. Ao longo do tempo, ocorrem uma série de pequenos erros, interpretações equivocadas e até benefícios da lei não observados ou desconhecidos, que vão acarretando valores de impostos pagos a maior, que ficam perdidos no tempo, pois não há condições, não há tempo e nem oportunidade de se rever o passado.

Por isso queremos falar um pouco sobre a Recuperação de Créditos Tributários.  Continue me acompanhando que eu vou esclarecer  essas dúvidas ao longo do texto para você poder entender melhor todos os benefícios de nosso serviço no seu contexto completo…

Um exemplo interessante, e que foi um caso real.

Imagem3

Um de nossos clientes nos contratou para fazermos a revisão tributária de sua empresa nos últimos cinco anos, com o objetivo de detetar eventuais créditos. Começamos a fazer os trabalhos e notamos que havia tido um aumento expressivo no consumo de papel higiênico, a partir do terceiro ano pesquisado, o que se manteve até a presente data de nosso trabalho.

Estranhamos bastante essa ocorrência e fomos investigar. Falamos com o presidente que não tinha a mínima ideia do que se tratava, e nos chamou seu gerente administrativo para explicar melhor esse consumo absurdo de papel higiênico.

O gerente administrativo disse que não era ele que havia pedido todo esse volume de papel higiênico, mas sim o departamento de produção.

O presidente então chamou o Diretor de Produção para esclarecer. Ele então nos explicou que em determinada etapa da produção havia uma peça, um tipo de haste, que antes era embalada com plástico. Mas num determinado momento esse plástico usado para embalar as hastes havia sumido do mercado, e para não parar a produção o pessoal substituiu o plástico pelo papel higiênico, e o mesmo se mostrou mais econômico e eficiente que o plástico e, portanto a produção mudou o processo, adotando o papel higiênico como solução definitiva.

Ocorre que o papel higiênico que normalmente é classificado como material de consumo e não trás nenhum credito de imposto, nesse caso passou a ser um insumo, usado no processo de produção da haste, e portanto com direito a crédito dos impostos recolhidos na sua compra.

Esse pequeno detalhe trouxe um crédito enorme para a empresa, e possibilitou a alteração no sistema contábil para contemplar esse crédito nas compras futuras.

Esse é um exemplo típico de um detalhe que é difícil de ser observado pelo departamento administrativo, pois passa despercebido. O departamento de produção por seu lado não estava preocupado com impostos e queria só não parar a produção e produzir com maior economia.

Como esse, temos vários detalhes que não são contabilizados numa empresa e que nessa revisão que estamos propondo aparecem.

Faz sentido para você revisar os cinco últimos anos de sua contabilidade para ver se existem créditos a serem recuperados? Então continue lendo esse artigo, pois ainda vou mostrar-lhe outras vantagens desse trabalho.

Como vamos ajudá-lo a resolver o problema?

Imagem4

Você deve estar se perguntando: Será que eu tenho créditos de impostos perdidos ao longo dos últimos anos? Como posso recuperá-los? E como posso transformá-los em créditos para minha empresa?

Aqui é que nós entramos, e podemos te ajudar muito, revendo para você esse passado e trazendo para seu budget esse crédito tributário que ficou perdido nos últimos cinco anos.

Ainda mais, estatisticamente, após centenas de trabalhos realizados, sabemos que muito provavelmente você vai ter um crédito,  chamando sua atenção para a possibilidade de usa-lo imediatamente para ajudar no seu caixa.

O que você está se perguntando é como isso tudo é feito. É muito simples. Nossa empresa é especializada em fazer esse levantamento e identificar quais valores foram pagos a maior, segregando-os para uso como crédito.

Fundada em 1997, a Valor do Brasil iniciou suas atividades como um escritório de advocacia empresarial padrão, com foco no Contencioso Tributário.  Por meio do trabalho de administração do passivo tributário das empresas, identificamos uma série de oportunidades que não eram utilizadas e que reduziam expressivamente o débito fiscal das empresas por nós representadas.

Assim, a Valor do Brasil desenvolveu toda uma metodologia para corrigir a forma de apuração dos impostos de modo a proporcionar uma redução efetiva da carga fiscal de seus clientes com a consequente injeção de recursos no seu caixa através dos créditos daí decorrentes.

De posse dos documentos e arquivos transmitidos ao fisco nos últimos cinco anos a Valor do Brasil recalcula tudo o que foi pago, em 100% das movimentações, e revisa todos os critérios utilizados para ver se não há nada que possa ser um crédito.

Com a nossa metodologia esse levantamento é relativamente rápido, e de posse de todos os documentos e arquivos leva de 45 a 60 dias para ser realizado. Após esse trabalho ter sido realizado, um laudo técnico é preparado onde o valor passível de crédito é apresentado.

Adicionalmente, ao final dos trabalhos de revisão você terá  uma espécie de auditoria do que foi feito nos últimos cinco anos, que lhe dará um retrato de como as suas operações tem sido conduzidas,  quais aspectos tem de ser melhorados e uma certeza de onde você está pisando.

E melhor, a partir da sua aprovação do laudo técnico o uso desse crédito é imediato e você já vai se beneficiar dessa economia nos pagamentos de tributos futuros. Portanto no seu budget onde estava provisionado um valor para impostos, agora esse valor será revisado para menos,  gerando um caixa adicional e não esperado, para você fazer uso onde mais você precisa.

Qual é o risco que minha empresa tem nesse processo?

Imagem5

Antigamente esse trabalho foi feito de forma maciça e indiscriminada, todo baseado em teses tributárias que estavam ainda sendo julgadas, o que ocasionou um desconforto no mercado, e também uma grande desconfiança das empresas, pois muitas delas  fizeram uso dos créditos informados e depois foram questionadas pelo fisco e tiveram de devolver o crédito com juros e correção monetária, pois as teses foram derrubadas na justiça.

Ao contrário do que alguns escritórios concorrentes fazem, de forma digamos até aventureira e até certo ponto irresponsável, a Valor do Brasil só trabalha com questões e diretos tributários inseridos nos regulamentos tributários hoje vigentes e portanto só trata de créditos já reconhecidos pelo fisco, isto é,  sem risco de questionamento pelo fisco.

E mais, toda remuneração da Valor do Brasil é calculada sobre o êxito de seu  trabalho num percentual de 20% sobre o crédito obtido. Caso não haja crédito a ser auferido o custo de seu trabalho é zero, e portanto sem risco de custo se não houver receita .

Mas essa possibilidade é muito remota, e na maioria dos casos temos obtido créditos que variam entre 50 e 80% do valor de faturamento médio mensal da empresa. De fato, é essa certeza que nos permite fazer esses levantamentos baseados só no sucesso do nosso trabalho.

Além de tudo isso, e para sua máxima tranquilidade, a Valor do Brasil assume no seu contrato todo o suporte jurídico à empresa nos próximos cinco anos que é o prazo no qual o fisco pode questionar algum crédito utilizado, e portanto sem risco jurídico.

Conclusão

Imagem6

Concluindo gostaria de dizer que a operação aqui proposta já está aprovada pelo fisco, é legítima e é um direito seu. Hoje com toda a informatização do processo de arrecadação qualquer desvio de valor para menor e para maior é imediatamente anotado pelo fisco. Infelizmente para as empresas somente os valores a menor são informados e cobrados pelos órgãos tributários. Os valores a maior ficam arquivados, mas cabe ao empresário, e é seu direito, tomar as providências para pleitear sua devolução. Essa devolução, como foi aqui explicado é um processo simples e administrativo e o que o fisco faz é confirmar o crédito e aceitá-lo como pagamento de débitos futuros, é assim que funciona.

Portanto não tenha receios de retaliações por usar o que é seu de direito, pois você só vai demonstrar que está exercendo seu direito e que sua empresa é bem organizada também nesse aspecto fiscal.

Nossa experiência tem mostrado que temos um valor de recuperação de créditos que oscila entre 50 e 80% do faturamento médio mensal da empresa. Assim se estamos falando de uma empresa que fatura R$12.000.000,00 por ano, o que dá um faturamento médio de R$1.000.000,00 por mês, teremos algo perto de R$500.000,00 a R$800.000,00 de crédito, o que é um capital nada ruim para ser desprezada.

Você gostou do que leu aqui? Você acredita que a Valor do Brasil pode ajudá-lo? Então, você que é empresário e está sempre procurando melhorar a “performance” da sua empresa, ou você que faz parte do corpo diretivo ou gerencial da sua empresa, responsável pela área administrativa, contábil e/ou financeira, pense nessa possibilidade pois essa é uma ótima oportunidade de gerar uma receita extra para esse ano, não prevista no seu budget e que poderá ser usada para uma finalidade mais útil e lucrativa do que provisão para pagar impostos.

E como havia prometido, temos um Bônus especial para você!

Se você se interessou por esse artigo, e quer fazer uma pré-análise da viabilidade econômica de sua empresa ter créditos para recuperar, você pode entrar em contato conosco, clicando aqui, para enviar seu último balanço ou balancete, que com ele nós vamos fazer uma pré-análise para você, totalmente grátis, das possibilidades da sua empresa ter créditos a receber.

Obrigado

Valor do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *